previnir contra virus

Publicado: maio 13, 2009 em firewall, normal, seguranca, virus
Tags:, ,

1 – Nunca abra arquivos de desconhecidos
A primeira dica é muito óbvia, Porem muita gente ainda cai. Nunca abra arquivos enviados por estranhos. Caso fique em dúvida sobre a origem, é melhor sempre agir com cautela e não abrir até que se possa confirmar a origem.

2 – Desconfie de mensagens estranhas
Muitos vírus hoje em dia se auto-enviam para outras pessoas sem o conhecimento do usuário infectado. Por isso, desconfie mesmo se o remetente do arquivo for conhecido.

3 – Desconfie de arquivos enviados por conhecidos
Mesmo quando o remetente é conhecido e a mensagem não tem nada de suspeita, vale a pena desconfiar. Quem garante que aquele joguinho bobo não esconde um vírus?
4 – Fique de olho nas extensões
Uma boa dica para decidir se abre ou não o arquivo é observar as três últimas letras, conhecidas como extensão de arquivos.exemplo: arquivo.gif. De modo geral, estes arquivos são considerados seguros. Porém tente observar bem as extençoes, pois existem arquivos com espaços, e isso pode enganar,

exemplo: arquivo.jpg__________________________.exe
Observe que lá no final do nome do arquivo tem uma extençao executável.
5 – Habilite o alerta de macros
Outra forma comum de espalhar vírus é através de macros, pequenas instruções que podem ser embutidas em arquivos da plafatorma Office (Word, Excel, PowerPoint, Acess). Devido à popularidade, o Word é o preferido dos criadores de vírus. Fique de olho em arquivos .doc, .xls, .ppt e .mdb e configure seus programas do Office para exibir alertas antes de abrir arquivos com macros.

6 – Leia e-mails em formato texto
vírus que se propagam via Internet mesmo sem que o usuário abra um arquivo anexo. Eles vêm inseridos em páginas Web que o usuário recebe em seu e-mail. Basta que o usuário abra a mensagem para ser inrfectado. Para evitar esse problema, o mais seguro é configurar seu programa de e-mail para exibir mensagens no formato texto puro. Assim, nenhum código malicioso funcionará.

7 – Instale um antivírus
Toda a cautela do mundo não é suficiente sem um bom antivírus. Ele funciona sempre que o computador está ligado e pode evitar que um descuido momentâneo cause problemas sérios.

8 – Atualize o antivírus
A cada dia surgem dezenas de novos vírus e para se manter salvo das pragas o ideal é atualizar o antivírus uma vez por semana ou, no máximo, por mês. Os programas normalmente têm ferramentas específicas para esta finalidade.

9 – Não ligue o computador com disquete no drive
Embora meio fora de moda, os vírus de boot ainda podem causar estragos. Eles normalmente são transmitidos através de disquete. Portanto, é sempre bom ficar atento para não deixar disquetes no drive. Caso o computador seja ligado com um disquete infectado, pode haver contaminação no setor de boot do disco rígido.

10 – Integre o anti-vírus a outros programas
A maior parte dos antivírus atuais pode ser integrada para funcionar em conjunto com programas de e-mail e outros aplicativos. Aproveite estes recursos para detectar as pragas assim que aparecem no seu computador.

11 – Instale um firewall
Internautas que se conectam através de serviços de banda larga, como Speedy, Velox e Virtua, ficam mais vulneráveis a ataques de hackers e contaminação por vírus. O ideal é instalar um software de firewall. Além do antivírus, estes programas contêm ferramentas de monitoramento de redes, que impedem tentativas de invasão de computadores.

12 – Cuidado ao navegar
Embora seja pouco comum, é possível criar páginas na Internet com códigos maliciosos e invadir computadores dos internautas ou induzi-los a fornecer informações sigilosas. Por isso, atenção redobrada ao navegar em sites suspeitos.

13 – Suspeite de downloads

Hackers costumam colocar vírus disponíveis em suas páginas com nomes de outros programas. Por isso, baixe arquivos somente de sites oficiais ou de credibilidade conhecida.

14 – Cuidado em salas de chat e IRC
Salas de bate-papo e IRC são terreno fértil para a distribuição de vírus por anônimos. Por isso, desconfie daquele programinha sensacional que seu amigo recém-conhecido no IRC resolveu lhe passar de mão beijada.

15 – Atenção redobrada com a rede
Quem trabalha em locais com vários micros deve ter muito mais atenção, pois há diversos vírus que se espalham através da rede. Desta forma, seu computador pode ser contaminado devido ao descuido de outro funcionário. Nestes casos o melhor é instalar antivírus em todas as máquinas e orientar todos os operadores da rede sobre os riscos de vírus.

16 – Inscreva-se em newsletters
As
maiores empresas antivírus do mercado publicam regularmente boletins informativos com os últimos vírus, além de alertas em casos muito graves. Assine estes boletins para se manter informado.

17 – Utilize o suporte
Muita gente não sabe, mas ao comprar um antivírus o usuário também tem direito a suporte dos técnicos da empresa. Se estiver em dúvida sobre um e-mail suspeito, ligue ou mande um e-mail para o suporte.

18 – Cuidado com programas de troca de arquivo
Programas de troca de arquivo como KaZaa e LimeWire são terreno fértil para os criadores de vírus, pois garantem a anonimidade. Além do perigo de baixar arquivos de desconhecidos, já mencionado, vale ressaltar que já existem vírus especificamente projetados para se espalhar neste tipo de plataforma. Eles criam arquivos com nomes atraentes e os compartilham com outras pessoas sem o conhecimento do usuário infectado.

19 – Observe o desempenho do micro
Lentidão repentina, falta de ícones e dificuldade em abrir programas podem ser sintomas de infecção. Caso a performance do seu computador seja alterada sem motivo aparente, faça uma varredura pelo antivírus para detectar possíveis pragas.

20 – Faça um backup de arquivos
Fazer um backup de todos os arquivos periodicamente é um processo complicado e que leva tempo, mas pelo menos os arquivos mais importantes devem ter cópias de segurança em disquetes, CDs ou zip disks.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s